O ato de bocejar na Casa Espírita

05set10
Um dos fenômenos que chama a atenção dos observadores atentos é o bocejo que muitas pessoas apresentam quando estão nos centros espíritas. Muito já se falou a respeito, mas quase ninguém conseguiu dar uma explicação lógica para o fato. Observamos que nas ocasiões em que os médiuns estão sob má influência, eles bocejam com certa freqüência. Alguma coisa acontece com a organização física-perispiritual dessas pessoas, provocando o fenômeno.

Verificamos também que depois de darem passividade mediúnica, os bocejos cessam imediatamente, o que mostra que a causa se liga diretamente à fenomenologia da mediunidade.

Allan Kardec, em O Livro dos Espíritos, demonstrou que os fluidos perispirituais podem concentrar-se em alguns órgãos conforme a necessidade momentânea de cada criatura. Assim, por exemplo, se uma pessoa está correndo, os fluidos perispirituais estarão concentrados nos setores mais solicitados do corpo físico, tendo em vista o exercício em questão. Acontece o mesmo com outras atividades orgânicas.

Um outro momento em que o ser humano boceja é quando está com sono. Qual seria o mecanismo para essa ocorrência? Talvez, se explicarmos uma coisa, poderemos encontrar a resposta para a outra.

Pensamos que uma hipótese pode ser levantada para explicar tanto o fenômeno natural quanto o mediúnico. É a do desequilíbrio fluídico do perispírito.

Achamos que o relógio biológico do organismo também funciona no corpo perispiritual. Aprendemos que o corpo físico é uma cópia grosseira do perispírito e, por isso, reflete toda a sua estrutura e mecanismos de funcionamento. Quando vamos dormir, alguma coisa nos coloca em condições para que o sono possa se estabelecer.

Possivelmente, é o relógio biológico que controla o fenômeno da sonolência física. Em determinados momentos e em certas situações, esse controlador natural do ser humano deve acionar um mecanismo fazendo com que haja uma concentração fluídica na área do cérebro, provocando um torpor na percepção da pessoa, predispondo ao sono. Essa concentração fluídica parece provocar o bocejo natural.

Ao chegar o momento de dormir, é comum bocejarmos algumas vezes antes de nos entregarmos ao sono. É sinal de que está chegando a hora de repousar o corpo físico que se encontra esgotado.

Depois que dormimos, o inconsciente assume as funções biológicas do organismo físico e o Espírito, em alguns casos, pode libertar-se das amarras que lhe prende à carne e até ter experiências no além. Durante o repouso a situação fluídica perispiritual tende ao equilíbrio, fazendo com que ao despertar, a criatura sinta uma agradável sensação de bem estar.

No caso do bocejo provocado por Espíritos, possivelmente ocorre algo parecido, por meio das ligações entre o Espírito desencarnado e o médium. Temos conhecimento de que essas ligações se fazem através do psiquismo. Quando um medianeiro está sob má influência ou prestes a dar passividade a uma entidade desajustada, seu psiquismo fica como que impregnado de fluidos pesados, o que provoca um torpor mental semelhante ao sono físico, fazendo-o bocejar.

Já tivemos a oportunidade de receber tais tipos de influências nas atividades mediúnicas que desenvolvemos regularmente e nos foi possível sentir como elas agem contaminando o organismo perispiritual intensamente. Os bocejos são freqüentemente seguidos de um forte lacrimejamento e a sensação é de profundo mal estar.

Normalmente tais fenômenos ocorrem no período que antecede as atividades mediúnicas, principalmente no momento em que se está estudando o Evangelho. Depois do intercâmbio mediúnico, as impressões penosas cessam quase que imediatamente. Isso prova que elas estão ligadas à presença ostensiva de influências magnéticas baixas, que levam o perispírito do médium ao desequilíbrio fluídico. A “sujeira” energética concentra-se junto ao cérebro perispiritual e provoca um torpor artificial.

Quando observamos o fenômeno do bocejo nas sessões mediúnicas, geralmente ele está ligado a certas manifestações mediúnicas que vão acontecer na reunião.

Não são todas as manifestações de entidades necessitadas que provocam os bocejos. Nos casos pesquisados por nós, verificamos que se tratavam de Espíritos muito desesperados ou francamente maus que estavam junto dos médiuns.

Em outras situações, nos momentos que antecedem a palestra, por exemplo, observamos que o passe pode atenuar as ocorrências do bocejo. Ao derramar sobre o necessitado os fluidos salutares dos bons Espíritos, eles expulsam os fluidos malsãos que causam os bocejos, oriundos da atividade obsessiva.

Uma outra circunstância em que ocorrem os bocejos é nas ocasiões de benzimentos.

Existem um grande número de senhoras, chamadas benzedeiras, que aplicam passes em crianças recém-nascidas que apresentam uma contaminação fluídica, popularmente chamada “quebranto” ou “mau olhado”.

O problema da criança acontece quando pessoas adultas, que possuem uma atmosfera fluídica malsã, ficam com a criança no colo por muito tempo. A energia ruim que circunda a pessoa contamina a atmosfera espiritual da criança. Isso deixa o bebê irritado, prejudica o seu sono e em certas situações pode causar desarranjos orgânicos. Aos estudiosos mais conservadores, pode parecer que estamos falando de fantasias, mas a experiência demonstra que fatos são reais e perfeitamente explicáveis pela Doutrina Espírita.

Depois de alguns passes, normalmente a criança afetada volta à sua normalidade. Nada se faz de mais, a não ser derramar o fluido salutar dos bons Espíritos sobre a atmosfera malsã da criança, limpando-a dos fluidos nocivos.

Algumas benzedeiras têm o hábito de atrair o “mal” para elas. Depois de ministrarem o passe na criança, começam a bocejar seguidamente.

Afirmam que estão “limpando” a criança, mas na verdade o que fizeram foi agir com o pensamento, atraindo o fluido nocivo para a sua própria atmosfera psíquica, gerando na área do cérebro perispiritual o desequilíbrio fluídico que provoca os bocejos. Em todas as crendices populares existe um mecanismo da grande ciência do Espiritismo, que pode ser pesquisado por observadores.

Pode-se afirmar com certeza, que toda pessoa que boceja seguidamente no momento da reunião mediúnica, se não estiver sob a influência do cansaço, está sob má influência espiritual. A investigação mediúnica desses fenômenos pode ser objeto de estudo das casas espíritas sérias.

Assim, me permiti transcrever, na íntegra, este texto de José Queid Tufaile pela sua explanação sobre o assunto.



41 Responses to “O ato de bocejar na Casa Espírita”

  1. 1 ademario

    Eu também tenho observado ao longo do tempo esse tipo de ocorrência, que inclusive levam ainda determinadas pessoas á se “vangloriarem” disso, como se tal fosse aval mediúnico, na ilusão de boas influências, do tipo hoje a noite será boa espiritualmente falando.

    Ledo engano que comprova a ausência de estudos e preparos compatíveis com a tarefa mediúnica…

    Além de concordar com o exposto no texto, levanto o aspecto de que médium que chega paa o trabalho mediúnico nestas condições, dá plena demonstração de descuido com suas relações extrafísicas, pois que isso acontece quando permitimos o desequilíbrio psíquico, emocional, moral e psicológico, dando campo á influenciação mal sã…

    Ademário da Silva

    http://www.ademario.wordpress.com

    • 2 jorge

      tenho esses bocejos durante as reuniões e não sinto energia negativa e nem me sinto mal, fiz um estudo a parte e descobri que mediuns que exalam equitoplasma tambem sentem o mesmo efeito, portanto cada caso é um caso, ou seja os bocejos e lacrimejamentos não tem a ver com o bem nem o mal, nos parece apenas um canal onde os espiritos demostram sua presença tanto bons quanto maus… espero ter ajudado

      • Acredito que o ato de bocejar pode ser considerado um sinal de que alguma variação energética ocorre.
        Tanto animais quanto homens costumam bocejar na mesma hora se estão em um local que uma exteriorização ou absorção de energia está acontecendo – quem boceja deve estar vibrando energeticamente igual ao outro que boceja.

  2. 4 Alexander Campos

    O autor faz um estudo interessante, original.

    Lamentávelmente pede licença e quase desculpa para escrever sobre fatos mais rústicos da espiritualidade, como se o exercício mediúnico fosse prerrogativa de alguns, existe mediunidade em todos os meios, mesmo nos que nao acreditam nela e nao a estudam. Creio que obséquios desnecessários, seu próprio raciocínio já lhe autorizava as declarações.

    Ressalto, no entanto, que não apenas os fluidos de baixa vibração, ou baixa qualidade, são geradores de efeitos e reações físicas nos médiuns.

    Estudamos alguns casos, embora sem o devido registro formal que me permita aqui descrevê-los um a um, em que apenas a “incompatibilidade vibratória entre médium e espírito” é capaz de gerar esses efeitos, externalizados por bocejos, lagrimas, sensações de formigamento, arrepios e incomodos.
    Essa incompatibilidade pode ocorrer entre médium pouco preparado e espírito evoluido, ou o inverso. E ainda, pode ocorrer entre médium bem preparado e espírito evoluido que nao tenham intimidade de trabalho, a exemplo de psicografias ou psicofonias novas, em início de um trabalho, ou em um evento único de comunicação. Essas energias não “treinadas entre si” geram para-efeitos na comunicação.

    Qualquer médium de comunicação, sobretudo psicógrafos, pode testemunhar que a maioria das comunicações é “ditada, inspirada, ou escrita” por um mesmo, ou por poucos, espiritos guias e acostumados ao médium. É rara a comunicação direta entre o “autor” da mensagem e o médium, rara e mais dificil. Requer um médium de especial qualidade e um espírito bem assessorado na prática, gerando os raros casos de psicografia com letra semelhante a do desencarnado, por exemplo.

    Essas sensações e efeitos são, pois, sintomas. E como tal, são, ora sinais de patologia, ora de leves efeitos colaterais.

    Abraços,

    Alexandre Campos

    • Alexandre Campos poderia entrar em contacto comigo? eu ando a me debater com o tema dos arrotos pois sou medium de cura e todos os dias tenho esses efeitos que me causam mal estar . Lendo o seu post poderia ser que me podesse esclarecer melhor sobre este assunto. . meu email: elsapmarcos@hotmail.de …grata

  3. 6 Cristiano

    Durante uma fase com problemas mediúnicas frequentei um lugar de tratamento para pessoas com síndrome do pânico (não conhecia o espiritismo e assim a medicina convencional interpretou meu caso).
    Lá passava por massagem, musicoteria, cromoterapia, tomando sempre florais de Bach, e no final tinha uma atividade aeróbica com dança e alongamento, onde no final os instrutores vinham com uma técnica de espreguichar para induzir o bocejo.
    Percebo que existe um tipo de bocejo relativo ao sono, do tipo cansaço físico e um outro mais ligado a esta condensação fluídica, pois na Casa Espírita geralmente bocejo mas não por cansaço físico.
    Sou bastante sensível mediúnicamente às variações fluídicas no meu organismo e o que relacionei na matéria com a prática é que de certa forma mesmo quando no caso de indução do bocejo o que percebo é que muitos fluídos espiriutais densos são liberados e no instante seguinte meu corpo relaxa como se eu tivesse dormido e recuperado as energias, como depois de uma noite de sono.
    Quem sabe o bocejo não seja mais do que um mecanismo de regulação do sono e sim um meio que possuímos de liberar por meio de ação física fluídos espirituais densos que nos trazem cansaço, como os irradiados por espíritos obsessores?
    Quem sabe não está aí um novo meio para ajudar no tratamento de pessoas que vivem processos obsessivos a liberarem por meio de indução as energias que acumulam no organismo físico e perispiritual durante o dia? Como por exemplo, fazer uma prece e em sequencia meditar espreguiçando e induzindo o bocejo num intervalo de 1 hora, acompanhado da àgua fluídificada.
    Isso já faço a muito tempo e de certa forma sempre amenizou as minhas dificuldades….

  4. 7 Edna

    Lendo os comentários, acontece comigo algo parecido com o que disse o Cristiano. Quando inicio o passe, sempre bocejo, meus olhos lacrimejam, mas depois vem uma sensação muito boa, de leveza, de alivio. Saio do trabalho renovada.

  5. 8 Karla

    O que observo comigo é que não ocorre apenas sobre influência de espíritos imperfeitos, mas com espíritos mais evoluidos também e que após iniciada a atividade não acontece mais.

  6. 9 Daniel

    Eu perguntei para o mentor espiritual(espírito) em um passe mediúnico que eu tomei em um centro espírita kardecista mesa branca que eu frequento, e a entidade disse que esses bocejos são eliminações de energias negativas…

  7. 10 Eliane

    Eu bocejo sempre que me preparo para qualquer atividade espiritual, seja no Centro, fazendo prece, antes de aplicar passe, antes do desenvolvimento, nos estudos, até mesmo pensando em dá assistência a alguém, normalmente além do lacrimejamento, os bocejos também são acompanhados de corize.

    • 11 maria Carvalho

      Comigo passa-se a mesma coisa.
      Antes do inicio das leituras e preces no Centro Espirita que frequento, é me muito difícil dominar o bocejo. Começo uns minutos antes do começo e dominam-se por si, com o começo das preces, Sem que tome parte ativa para o facto.
      Em casa, no momento em que faço as minhas preces á noite e pela manhã
      volto novamente a bocejar e lacrimejar dos olhos, mas aí é mesmo durante o momento de entrega e concentração.
      Na realidade experimento um certo alivio físico após ter bocejado. Se é benéfico bocejar ou não, não encontro explicação para este fenómeno.
      Julgo que nada deve ter com as qualidades do médio, mas sim com algo mais que desconhecemos e ainda não atingimos completamente a sua explicação.

  8. 12 marluce guedes dos santos

    Frequentemente também bosejo muito na casa espirita e acredito mesmo que seja energias negativas que trazemos conosco,pois q entro na casa esp. onde os espiritos de luz estão trabalhando começo a bocejar depois de algum tempo logo depois ou durante o passe o bocejo acaba.

  9. 13 Ma

    Eu estava procurando na internet o que poderia ser bocejos contínuos e encontrei esse blog que parece muito que acontece comigo.
    Tem dia que começo a bocejar repentinamente, quando isso acontece esses bocejos é incontrolável é um atrás do outro, às vezes antes de terminar um já vem outro atrás e seguidos de um forte lacrimeja mento e vou ficando sem forças, muita moleza, mal estar, der repente isso desaparece e volto ao normal. Não sou espírita, e pra falar a verdade não tenho frequentado nada, ando meio deprimida e não tenho saído de casa.
    Fiquei satisfeita com esse blog que deu pra ter uma noção do que acontece comigo.

  10. 14 matias

    uma coisa me deixa chateado, é o fato de bocejar sempre em qualquer hora do dia, mas piora a noite quando vou rezar, quase não consigo terminar a oração basica de 1 pai nosso, ave-maria, santa-maria, conto mais de dez bocejo neste curto espaço de tempo. uma curiosidade, fui uma vez a uma sessão espirita e após o passe recebido fui a sala de um médum, e no dia seguinte quando voltei pra receber o resultado da carta transcrita por ele (medium), ele me passou uma carta dizendo q era medium. não acreditei muito, e sair a francesa, devagar pelos lados e não retornei mais.

  11. 15 torres

    Achei magnífica a explanação de Alexander Campos.
    Sem a devida conclusão através de estudos, acho a que me parece mais satisfatória até agora, das dúvidas relativas ao caso.

    Gostaria de saber que tipo de análise e estudo foram feitos para embasamento dos exemplos relatados?

  12. 16 Luiz Sérgio

    Gostaria q todos se reportassem ao livro “Ectoplasma -Descobertas de um médico psquiatra” para entendimento científico da questão.
    Abraços a todos

  13. 17 jani

    isso acontece sempre comigo,isso meio q me assusta,.

  14. 18 Vieira

    Eu acabei achando este site porque tenho comecado a fazer meditacao de manha e toda vez eu tenho comecado a sentir leves arrepios e lacrimejar. Um pouco irritante pois nao me deixa concentrar muito no meu relaxamento mas algumas analises acima fazem sentido pra mim agora. Talvez sejam fluidos que estao limpando o meu perispirito. Muito obrigada.

  15. 19 Paula

    Olá, acredito que no que foi exposto no texto acima, mas não podemos generalizar pois os bocejos podem ser causados por muitos motivos e um deles é devido ao fato de quando e médium está se concentrando para receber o espírito guia, este lhe passa bons fluídos e acalma o mental do médium e seus pensamentos para facilitar a encorporação, no corpo físico do médium isso se reflete como uma sensação de grande relaxamento, próximo ao sono provocando os bocejos.

  16. 20 Millie

    Hi! This is my 1st comment here so I just wanted to give a quick shout out and tell you I really enjoy
    reading your posts. Can you suggest any other blogs/websites/forums that go over the same subjects?
    Thanks!

  17. 21 Brenda

    Lembrando q esse trabalho eh realizado apenas para a doutrina e elevaçao desses espiritos. Q apos a sua realizaçao tb sessam todos os sintomas de maus fluidicos dos mediuns, apenas um medium mal prepararado e desequilibrado saira sentindo algum mal-estar.

  18. 22 Leda Ayres da Costa e Silva

    Acredito que o bocejo e lacrimejamento que acontece tambem comigo , durante a prece e no Centro quando vou trabalhar mediunicamente, seja mesmo uma influendia espiritual,mas acho que não é ruim, porque depois da prece ou trabalho , me sinto muito bem e até feliz, como se tivesse feito um grande bem a alguem.

  19. 23 Edson Kabelo

    Boa tarde, Depois de ler o que os amigos escreveram, principalmente o amigo Matias, por favor, Matias, quando o Querido Medium lhe disse que voce é médium, ele disse certo, todos nós somos médiuns, uns com um grau maior outros menor, medium, quer dizer medianeiro, temos um intercambio entre os dois campos, o fisico e o espiritual, não quer dizer que é ruim, pelo contrario, é muito bom, não precisa ter medo,não foi opção, fomos nós que pedimos para vir assim, e não é por isso, que vc vai ser melhor ou pior que ninguem. E não quer dizer que são só as pessoas espíritas é que são mediuns não, católicos, evangelicos, budistas, não importa a crença, só que o Espiritismo fala muito bem sobre o assunto, mas vc pode e deve frequentar outras doutrinas se não quiser frequentar a Doutrina Espírita. O mais importante é vc e todos nós cuidarmos do nosso lado físico e principalmente espiritual. Obrigado e que o Nosso Senhor Jesus Cristo possa continuar cuidando de todos nós,

  20. 25 Helder

    C
    ada vez que eu acordo na cama e começo a rezar bocejo várias vezes .

    • 26 Claudio ronei carvalho

      Quando converso com algumas pessoas elas comecam a bocejar, mesmo em assunto interessante. Alguem sabe me explicar isso?
      Abco.

      • 27 cdelima

        Médiuns têm facilidade de bocejar para possibilitair aos irmãos que precuam ser esclarecidos na espiritualidade.

  21. 28 Hamilton Martins Muller

    Todo conhecimento é válido, bem como todo ponto de vista deve ser respeitado. Considero o bocejo um fenomeno natural de equilibrio entre os corpos vibrantes no mesmo campo semântico. É uma maneira que o espirito tem de se formatar naquela situação vibrando na mesma energia do momento ou para cima ou para baixo – sutilidade ou densidade. Assim como o mergulhador precisa descomprimir para emergir a superficie, o espirito também necessita “descomprimir” para ingressar noutra vibração. Essa manifestação é o bocejo… Tantos quantos necessários até o nivelamento magnético e energético.

  22. 29 Rafael Oliveira

    Venho relatar uma experiência pessoal.

    Sou passista em um centro espirita kardecista que frequento. E antes de aplicar qualquer passe eu peço para os espíritos da luz que preencham o meu coração de amor, para que de mim, e também através de mim, mais amor seja doado ao paciente.
    Me sinto fraco e desgastado após o término do passe, pois além de servir de canal mediúnico, dôo também a minha energia.
    Sento, e peço humildemente que mais energia me seja doada para que eu possa doar aos nossos irmãos. É incrivelmente ao fazer este pedido eu começo a bocejar… Dois a três bocejos seguidos e olhos lacrimejantes. E então me sinto ainda mais forte do que quando comecei.

    Pode ser o bocejo uma reação a energia positiva doada?
    Isso serviria também para explicar o fato da obsessão.
    Não seria o bocejo energia positiva doada ao obsediado afim de preenchê-lo de bons fluidos?

    • 30 cdelima

      Significa limpeza de teu corpo para as novas e boas energias que virão para o próximo passe.

  23. 31 elizabeth

    Eu também bocejo e lacrimejo muitas vezes em seguida, principalmente dentro de ônibus, metrô, bancos, e às vezes na casa espírita. Ñão me sinto mal, só incomoda porque tenho que tapar a boca e secar as lágrimas várias vezes. Segundo um site que vi, o bocejo é o nosso campo energético (aura) tentando se ajustar a um determinado processo.

  24. Lendo os comentário de vocês . Também quero dizer que carrego este ato de bocejar e lagrimamento desde criança . Me sinto um bem estar depois que acaba . sinto renovado . acho que tenho mediunidade ou não .

  25. 33 Walter

    Venho reparado que normalmente quando chego perto de algumas pessoas, elas começam a bocejar do nada, não é coincidência e é constante. Alguém pode me dar uma orientação sobre a situação?

  26. 34 Henrique

    Eu fiquei confuso…Vou comentar o que aconteceu comigo e se alguém puder entrar em contato e me ajudar, fico grato.

    Eu estou indo num tratamento no centro espírita que frequento, comecei o tratamento e estava realmente muito mal mas na segunda semana, entrando na sala de passe, não sei se assustei ou se faz parte do processo, mas comecei a chorar, ouvia os mediuns conversando com espíritos, sai me sentindo estranho, mas no dia seguinte acordei extremamente bem, na outra quinta, quando se seguiu o tratamento, esqueceram de me mandar para essa sala de passe poderoso, e acabei voltando pra casa sem o tratamento completo do dia e hoje(10/09) eu fui novamente e entrei na sala do passe poderoso, onde vários mediuns primeiro recebem os espíritos e depois entro numa sala com vários outros mediuns que provavelmente me enrgizam (eles não explicam o que significa cada sala). Eu não estava 100% mas estava me sentindo bem, mas uma das mediuns começou a bocejar sem parar durante o passe, e eu comei a achar que era eu (apesar de estar me sentindo bem) e comecei a imaginar que eu estava ferrado, mesmo me sentindo bem…Não cheguei a perguntar na casa espírita, mas ai cheguei em casa triste pq fiquei criando minhas próprias conclusões de que eu estava mal…mesmo não me sentindo mal…Ela bocejou sem parar, o que isso quer dizer??? Por favor, alguém me responde???meu e-mail é lhtp2001@yahoo.com.br

    Ficarei muito grato!

  27. 35 Daniela

    quando converso com as pessoas, elas começam a bocejar sem parar. o que é isso?

    • Daniela no seu caso, o bocejo decorrente de uma conversa é o esforço psicológico que fazemos para permancer atentos e prestativos ao diálogo. No caso que uma pessoa boceja enquanto presta atenção no diálogo (ou quando ouve um professor falando), é demonstração que ela está se esforçando para se manter alerta e prestativa.

      Poderia ser também uma comprovação de que recebemos energia do astral quando “pedimos” mentalmente por mais atenção? Essa eu deixo para que possamos refletir.

  28. 37 helida senna

    Porque quando rezo meu neto de 7 meses eu sinto muito sono.

  29. 38 vera

    Acontece comigo nas reuniões mediúnicas qdo. não recebo nenhuma comunicação, então bocejo continuamente. Sinto com esses bocejos que elimino fluidos, que estou expelindo fluidos ( não me sinto mal) Mas esses bocejos só acontecem qdo. não há comunicação por meu intermédio pq qdo há participação ativa minha, não há bocejos.

  30. 39 Márcia Sant´Ana

    Olá, achei muito interessante os depoimentos aqui sobre o bocejo. Aqui em casa somos três, eu, meu filho e minha nora. Realizamos às quintas e domingos, à noite, a reunião em família para o Evangelho no Lar. Minha nora começa afazendo uma leitura inicial (no momento estamos lendo “Bem Aventurados Os Simples”, de Waldo Vieira, pelo Espírito Valerium) e, após a prece inicial meu filho faz a leitura do O Evangelho Aquariano – (Evangelho de Jesus, o Cristo, para a Era de Aquário – que fala sobre os ensinamentos de Jesus entre os 12 e 30 anos de idade no oriente por onde Ele passou) e é só começar a leitura que ele, meu filho, começa a bocejar, mesmo durante a leitura de O Evangelho Segundo o Espiritismo e as preces. O rosto dele fica com um aspecto de cansaço, olhos pesados. Logo após bebermos a água fluidificada, no encerramento da reunião, ele se recupera num súbito! Também devo compreender que ele pode ser médium e que seus bocejos seria uma espécie de ” limpeza fluídica”? No caso seria limpeza dele ou de algum visitante desencarnado no ambiente??? Márcia

  31. 40 marina

    Sempre bocejo em casas esp´ritas, hoje bocejei bastante e meus olhos lacrimejaram como nunca dentro da PL aque la igreja Perfeita Liberdade,


  1. 1 linked internet site

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: